Palácio da Liberdade

O Palácio da Liberdade é um dos cartões postais de Belo Horizonte que eu mais gosto. É a sede histórica do Governo de Minas Gerais e o museu mais incrível depois do Inhotim. Ele faz parte do conjunto arquitetônico da Praça da Liberdade e do Circuito Liberdade. A entrada a esse lugar imperdível, é gratuita! Funciona aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 15h, com permanência até as 16h.


Foi inaugurado em 1897 com o objetivo de ser a sede administrativa e residência oficial dos governadores. O primeiro a ocupá-lo foi o Bias Fortes.

Recentemente, o prédio passou por uma revitalização. Além de ganhar de volta o aspecto original, as salas foram recheadas com elementos para ajudar a contar a história do edifício e do estado, já que o Palácio foi palco de uma série de decisões políticas e sociais importantes.



Sua arquitetura e decoração são bem europeias. Segundo o site oficial, os estilos na parte de dentro tem influência de Luis XV, mourisco (que imita a arte islâmica antiga) e art nouveau. Um edifício neoclássico.


Depois de Bias Fortes, os governadores Benedito Valadares, Milton Campos, Juscelino Kubitschek e Tancredo Neves também residiram no Palácio. Na década de 70 os governadores preferiram trabalhar no Palácio dos Despachos. O local só voltou a ser prestigiado com Tancredo Neves, Eduardo Azeredo, Itamar Franco e Aécio Neves.

Segundo o site, "ao visitar o Palácio, o público pode conhecer seus salões, candelabros em bronze dourado, o piso em parquet, seus lustres em cristal, os painéis alegóricos, seus torreões, a beleza da escadaria principal vinda da Bélgica, o rico mobiliário e seu belo jardim". Fizemos um vídeo no local para mostrar um pouco de como as salas ganham vida. Na presença dos visitantes, projeções de alguns governadores do estado aparecem. No quarto principal, a mesa mostra Bias Fortes explicando a organização da capital mineira dentro da Av. do Contorno. No closet, Olegário Maciel escolhendo seu terno. Na sala oficial, você pode atender a uma ligação oficial.

 
                   
O espaço é aberto para visitação em grupos. O trajeto da visita passa por trinta cômodos, e dura em média uma hora.


Não é permitido entrar no Palácio com mochilas, sacolas, malas, pacotes e outros. Essas coisas devem ser deixadas no guarda-volumes logo na entrada. O serviço é gratuito. É permitido fotografar e filmar em todas as áreas, desde que sem o uso de flash e outros equipamentos de iluminação.

Entre outras regrinhas, uma curiosa: é terminantemente proibido o acesso ao interior do Palácio com calçados femininos de salto.

Quem quiser ainda, pode fazer um tour virtual! É só clicar aqui. Mais informações: (31) 3217-9500.


0 comentários:

Copyright © 2012 Passaporte Pronto?. Copyright © 2012 Logo desenvolvida por Vitor Quinet.