5 dicas para planejar uma viagem para a Disney

Apesar de ter muita informação disponível sobre a Disney, funcionários que falam várias línguas e muita boa vontade para ajudar todos os turistas, viajar para Orlando requer organização. É muita coisa para fazer! É preciso organização para aproveitar o tempo da melhor forma.

Muitas coisas legais precisam ser reservadas (como a refeição no Castelo da Cinderela! Veja o nosso outro post aqui.). Shows noturnos tem dias específicos em cada parque e cada dia um dos parques fica aberto por mais horas (ou abre mais cedo ou fecha mais tarde para quem se hospeda em hotéis no complexo).

       1. Se planeje - que tal fazer uma tabela e já fazer algumas reservas?

Primeira coisa – você vai ficar em um hotel dentro do complexo da Disney? Se sim, os parques tem extra magic hours, ou seja, às vezes abrem mais cedo ou fecham mais tarde para estes hóspedes! Esses dias variam ao longo do ano, não tem um padrão. Então é importante saber o horário de funcionamento, para dar preferência para os dias em que vocês possam aproveitar melhor cada parque.

Além disso, alguns parques como o Magic Kingdom, o Epcot e a Disney Hollywood Studios possuem shows noturnos que não ocorrem todos os dias. Se programe para não perdê-los, porque são lindos e valem a pena.


Main Street Eletrical Parade, no Magic Kingdom
Seu grupo vai ter tempo e interesse de tomar café-da-manhã com os personagens? Que tal ver os de preferência e que cabem no seu bolso, determinar o dia que farão isso e já fazer a reserva? Isso leva mais tempo, então não deixe para pensar na última hora. E alguns, como o do Castelo da Cinderela, esgotam os lugares rapidamente.



O dia que forem para os parques da Universal ou Sea World, tem que sair mais cedo, eles não são perto do complexo Disney e você precisa organizar um jeito de chegar lá – uma boa opção é alugar um carro.

Com 60 dias de antecedência, estude o mapa dos parques para reservar os fastpass+ dos parques da Disney. Veja no próximo tópico. 

       2. Veja as atrações de cada parque

Antes de viajar, veja o mapa do parque, veja as opções de brinquedo, de restaurantes e shows. Identifique e selecione as atrações mais adequadas para o grupo e organize um roteiro para vocês terem de base quando chegar. Claro, esse roteiro deve ser flexível, apenas para orientação  - depende do dia, das filas, etc. Esses mapas e a descrição dos brinquedos você encontra no site da Disney, aqui, ou aqui no blog em posts super legais! :)



Assim que entrar no parque, pegue mapas com a programação de horários de atrações e shows atualizados (estão disponíveis em varias línguas, inclusive português). Assim, você localiza os brinquedos, restaurantes, paradas de personagens, pontos de fastpass (ticket para entrar nas atrações sem nenhuma fila) etc.  É possível ainda, se estiver hospedado no complexo da Disney agendar, com 60 dias de antecedência, 3 Fastpass+ para cada dia de parque da Disney. Se não for hóspede, com 30 dias de antecedência. É gratuito para as atrações mais concorridas.

Como contamos neste post, com o fastpass é marcado um horário para que você entre na atração sem fila. Enquanto você aguarda sua "reserva", conheça outros brinquedos, tire fotos com personagens, almoce, assista às paradas.

Na Universal ou ao SeaWorld, o fastpass é pago e o horário não é marcado.

       3. Meça as crianças para saber em quais atrações entram ou não - evite decepções!

Algumas atrações, como a famosa montanha-russa Rock ‘n’ Roller Coaster do Aerosmith na Disney Hollywood Studios e a Primeval Whirl no Animal Kingdom, exigem altura mínima de 48 polegadas ou 1,22 metros (aproximadamente) para andar no brinquedo.

Os mapas da Disney todos informam o tamanho mínimo para os brinquedos. A Space Mountain, no Magic Kingdom, Mission: SPACE no Epcot e Expedition Everest no Animal Kingdom exigem 44 polegadas ou 1,12 metros.

Expedition Everest - imagem do site da Disney
Nos parques da Universal, Busch Gardens, Sea World, os tamanhos exigidos para os brinquedos mais aventureiros costuma ser maior. O tamanho mais comum de ser cobrado na Disney é 40 polegadas ou 1,02 metros.  

Se seu filho for menor que isso, não se preocupe - algumas atrações tem exigências menores ou nenhuma exigência, como a montanha-russa do Pateta e a Tomorrowland Speedway no Magic Kingdom e o Kali River Rapids no Animal Kingdom.

       4. Assista aos filmes, conheça os personagens e ensaie as músicas da Disney

Brinquedos, personagens pelo parque, música ambiente e shows são relacionados aos filmes e personagens da Disney. Não fique de fora da festa e conheça todos! Que tal fazer maratonas de filmes da Disney até chegar o dia da viagem?




       5. Providencie e separe os acessórios que você vai precisar nos parques

Para encarar os parques, que são uma verdadeira maratona de tanta opção de coisas para fazer, não se esqueça de levar uma mochila leve, para que você possa colocar carteira, óculos escuros, câmera, um par extra de meias para usar depois de ir em algum brinquedo que molha, etc. Lembre-se também de carregar bateria extra para a câmera, cartão de memória com mais espaço e um pen drive no caso de precisar descarregar as fotos (algumas lojas do Photopass – serviço de fotos da Disney - fazem isso nos parques). Sempre ande com uma cópia do passaporte e do visto também em caso de emergência – mais seguro e mais leve do que andar sempre com os originais. Ah, e descarte todos os sapatos desconfortáveis da sua mala. Aqueles que soltam facilmente do pé também – impossível usá-los nas montanhas-russas em que nossos pés ficam soltos. 

Dica para todas as viagens: tenha um adaptador de tomadas universal para garantir que seus equipamentos estejam sempre com bateria. 

0 comentários:

Copyright © 2012 Passaporte Pronto?. Copyright © 2012 Logo desenvolvida por Vitor Quinet.