Cidade Proibida e Praça da Paz Celestial

A Praça da Paz Celestial é a maior praça da China e fica localizada exatamente em frente a Cidade Proibida. Segundo a guia do governo Chinês, a praça é do tamanho do Vaticano. O que chama atenção são os prédios enormes em volta da praça e porque é um ótimo local para tirar fotos da entrada da Cidade Proibida.

Nas redondezas da praça ainda está a moderna Ópera de Pequim.

Ópera de Pequim

Foi o nosso primeiro passeio na China. Foi aqui que entendemos que é quase uma missão impossível tirar fotos sem a intromissão de outras pessoas. Sinceramente, ainda acredito que uma foto sem mil pessoas atrás na China só é possível com a ajuda de programas de edição de fotografias. Chegamos no horário de abertura e a rua já estava lotada.

Clique para aumentar as fotos


A Cidade Proibida foi construída no século XV e se tornou um museu apenas em 1925. Antigamente ela foi a casa dos Imperadores de duas dinastias consecutivas - Dinastia Ming (de 1368 à 1644) e depois Dinastia Qing (de 1644 à 1911). Nesta época, apenas a família imperial, oficiais e empregados podiam entrar no local, por isso o nome de Cidade Proibida. Além de construções magníficas, com uma arquitetura tão típica da China, o Palácio ainda abriga coleções de pinturas, caligrafias, cerâmicas e objetos antigos. Por isso, se tornou patrimônio da UNESCO em 1987.

São horas para atravessar o museu. Fomos em julho e o calor é insuportável. Levamos garrafinhas de água e barrinhas de cereal. O problema é que rapidamente a água esquentou. As barrinhas foram providenciais, mas água/refrigerantes eu sugiro comprar ao longo do passeio.

A Cidade Proibida fica aberta de terça à domingo. Em julho, agosto e nos feriados fica aberta todos os dias. Eles recebem visitantes de 8h às 16h. Esse horário pode variar no inverno. De 1º de abril à 31 de outubro, o ingresso custa 60 yuan (cerca de R$23). De 1º de novembro até 31 de março, 40 yuan (cerca de R$16).





A cidade é cheia de simbolismos. O amarelo, por exemplo, é a cor do Imperador, e por isso está presente em quase todos os telhados. O número 9 (九, Pinyin) também representa o Imperador, harmonia e longa duração, por isso todas as portas do palácio tem 9 pinos.




Os telhados tem figuras nas quinas. Elas indicam a importância do prédio e de quem o frequenta. Podem ser 1, 3, 5, 7 ou 9, sendo a última as salas frequentadas pelo Imperador.




Depois de andar muito, vendo este mesmo estilo de prédio, chegamos a um jardim de pedras incrível. Diferente de todo o resto. Foi uma surpresa muito agradável.


Este é um passeio imperdível de Pequim. O que mais me encantou foi a arquitetura e as cores. Os objetos históricos quase passam despercebidos de tão lindas que são as construções. Fomos com uma guia e com uma agenda corrida. Gastamos cerca de 3 horas aí dentro, mas não vimos tudo.

Na hora de sair, outra surpresa. os portões parecem ainda mais lindos do lado de fora, cercados por um lago.



E para quem quiser ver mais do local antes da viagem, o filme O Último Imperador (1987) é uma ótima pedida. Apesar de antigas, as imagens são lindas. Foi o primeiro filme gravado dentro da Cidade Proibida.

0 comentários:

Copyright © 2012 Passaporte Pronto?. Copyright © 2012 Logo desenvolvida por Vitor Quinet.