Bruxelas - dezembro/2012 - parte 2

Começamos o dia na St. Michael and St. Gudula Cathedral. Ela também fica bem perto do Ibis. Tipo dois quarteirões para o lado contrário da praça principal. Essa Igreja é gótica e lembra muito a Notre Dame de Paris  por fora e por dentro. Muitos vitrais são tão majestosos quanto os de lá. A entrada é gratuita.




Seguimos para a Place de l'Albertine. Andamos o jardim todo até chegarmos na Place Royale. No caminho, passamos por alguns museus, como o de instrumentos musicais. Os prédios são lindos, mas como nosso tempo era curto, preferimos fazer o essencial primeiro.




Nessa hora achamos que estávamos perdidas, mas na verdade, foi só virar a esquerda (de frente para essa praça) e a esquerda de novo e chegamos no Palais du Roi. É lindo!



Atravessamos o Parc de Bruxelles Warandepark para chegar ao Parlamento Belga. Estava bem cheio e por isso foi confuso e um pouco difícil de tirar foto. Acho que estava acontecendo algum evento no prédio.


Na rua do Parlamento (de frente para ele, sentido da direita), é só seguir reto para chegar no Quartier Européen. Lá estão concentrados os prédios da União Européia, incluindo a sede da organização. São só os prédios, não tem muuuita graça, mas tem que ver.


Aí já estamos pertinho do Parc du Cinquantenaire. Pertinho mesmo. É super legal, porque desde o Parlamento dá para ver o arco maravilhoso do parque ao longe! No mapa parece que esse parque é isolado, mas da para ir à pé tranqüilamente.

Este parque foi criado para comemorar os 50 anos de independência da Bélgica, em 1880. São lindos jardins, com um Arco do Triunfo majestoso. De um lado do arco tem um museu dedicado à evolução dos carros, e do outro um museu de Arte e História da Aviação e um museu do Exército e História Militar.




Nos perdemos nas ruelas da cidade, porque é tudo muito lindo. Passamos por outro parque, até que de repente chegamos no Quartier Européen de novo. Pegamos um metrô para outro símbolo da cidade - o Atomium. Para chegar lá, tem que usar o metrô mesmo. Passamos por mais de 12 estações, é bem longe.

Próximo ao Atomium, fica o Mini Europe. De cima das esferas do Atomium, dá para ver o que tem no Mini Europe, e nós achamos beeem sem graça. Acabamos não indo lá.

O Atomium abre às 10h e o último ticket é vendido às 17h30. O preço dos ingressos variam de 6 à 11 euros e crianças menores de 6 anos não pagam. É possível comprar o ticket combinado com o da Mini Europe, e os preços podem chegar a 23 euros. Para acessar o site da atração, clique aqui.


Lá dentro ficam exposições de arte e arquitetura. A vista não é grande coisa, porque é afastado da cidade, mas mesmo assim achei que valeu a pena. Tem um elevador e algumas escadas rolantes (que parecem sem fim, de tão compridas). Porém, tem que andar muito lá dentro e subir muita escada.



Voltamos para a Grand Place para fazer nosso "último" programa turístico - experimentar os famosos waffles belgas. Eles estão por toda parte. Os cartazes dizem que é apenas 1 euro - mas é uma pegadinha. Esse preço é para o waffle puro, que com certeza não é o que você vai comprar. Tudo bem, continua sendo baratinho, mas não compre esperando pagar apenas um euro, porque não vai acontecer.


Tem um pequeno restaurante, próximo a praça, na Rua L'Etuve, que vende waffles salgados também. Nós comemos lá e adoramos! Todos são uma tentação. Chama Waffle Factory. Também tem waffles da Haagen Dazs. Os que não tem sorvete são tão baratos quanto os da rua.

Sobre as chocolaterias: as mais famosas são Godiva (a mais cara), Neuhaus (também carinha) e a Leonidas (muito gostosa como as outras e não tão cara. Essas são bem tradicionais. Comprei os chocolates belgas para trazer de souvenir na Philippe Martin Chocolatier, porque vinha em latas imitando as casinhas de lá e tinha o embrulho mais bonito.

3 comentários:

  1. Muito legal seu post! Terei 3 dias livres (28, 29, 30dez) na minha viagem à europa e estou pensando muito em ir a Bruxelas e Bruges. Valeu pelas dicas!

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu terei apenas dois dias na Bélgica, pelo que vi vale mais à pena ir a à Bruxelas do que a Bruges, certo?

    ResponderExcluir
  3. Olá, Diana!

    Com organização você pode passar um dia em cada cidade. Nenhuma das coisas tem tanta coisa assim para ver e as duas são lindas... Achei Bruxelas mais agitado, com mais vida. Mas em menos de um dia dá para ver tudo. Bruges é mais para um casal. Então depende do objetivo da viagem. No mais sou suspeita, porque amei muito Bruxelas. Na minha opinião, pegue um hotel em Bruxelas e tente ir à Bruges no segundo dia.

    Abraços!

    ResponderExcluir

Copyright © 2012 Passaporte Pronto?. Copyright © 2012 Logo desenvolvida por Vitor Quinet.